Joaquim Neto adere ao grupo do prefeito Elson Silva

SÃO JOÃO DA CANABRAVA – O ex-vereador e liderança política de São João da Canabrava, Joaquim da Silva Neto, (DEM), deixou o grupo de oposiç...

SÃO JOÃO DA CANABRAVA – O ex-vereador e liderança política de São João da Canabrava, Joaquim da Silva Neto, (DEM), deixou o grupo de oposição, ao qual fez parte por mais de 27 anos, para aderir a situação. Durante entrevista na tarde desta sexta-feira (29), o Joaquim Neto, como é conhecido, declarou apoio ao prefeito Elson Silva, (PMDB). 

Joaquim Neto e o prefeito Elson Silva. (Crédito: Antonio Rocha)
Segundo o ex-vereador, o que teria motivado a sua saída da oposição foi a falta de espaço e apoio no grupo. Outro fator que teria pesado na decisão, foi o fato de que a vaga de vice-prefeito pela oposição não ser mais do filho do ex-prefeito, Pedro Isidoro, médio Danilo Isidoro. 

Ex-vereador Joaquim Neto. 
“Há três anos nós convidamos o senhor Dedeza para ser o candidato da oposição e a gente trabalhava na intenção de que o Dr. Danilo Isidoro fosse o candidato a vice-prefeito, inclusive foi criado um adesivo com dois “Ds” “Danilo e Dedeza”, e ele chegou aqui e trabalhou, mas juntou um grupo que não quiseram o grupo de Pedro Isidoro, e como eu faço para do grupo de Pedro Isidoro, eles nunca me aceitaram”, acrescentou. 

O ex-vereador ressaltou que passou sete anos na oposição, mas se sentia “descartado” dentro do grupo. “Fui descartado de todo jeito, então resolvi sobreviver com o que ainda resta da minha dignidade como político, e a situação me fez um convite resolvi aceitar”.

Mas antes de deixar a oposição Joaquim Neto conta que ainda procurou o pré-candidato da oposição para pedir apoio. “Antes de aceitar eu procurei o candidato, conversei com ele e pedi até para me aceitar no grupo, mas parece que eles não quiseram, assim resolvi aderir a situação, procurei meus amigos e minha família e hoje eu estou na situação”. 

Para Joaquim Neto uma parcela do grupo de oposição não apoia o grupo do ex-prefeito Pedro Isidoro. “Uma parte do grupo de Dedeza tem uma coisa que é tirar os conceição da Canabrava, e eu não vejo que um grupo político possa trabalhar dessa forma, dividir em dois grupos, o Grupo de Dedeza e o Grupo de Pedro Isidoro, e eu vejo que não me aceitaram no grupo, a palavra é essa, por isso eu tomei essa decisão”, analisou. 


Futuro 

Sobre os planos para as próximas eleições, o ex-vereador disse que vai se reunir com os líderes da situação para ver qual o caminho será tomado e se for de interesse do grupo, o mesmo se coloca à disposição para uma possível disputa ao Poder Legislativo.  

“Daqui para frente vamos conversar e se for de interesse do grupo meu nome está à disposição para uma futura candidatura, para trabalhar pelo povo, por que o que eu sempre fiz foi trabalhar, meu nome é trabalho. Só quero dizer a meus amigos e meus eleitores que votaram em mim e confiam em mim, que eu tomei essa decisão por que eu não tinha mais condição de ajudar meu povo, e agora eu na situação, agora eu posso ajudar meu povo, que é o que eu sempre fiz pelo povo de Canabrava”, concluiu.

O prefeito Elson Silva destacou a importância do ex-vereador para a situação. “É uma liderança de grande importância para o nosso grupo é um amigo, já foi vereador duas vezes, o pai ele é um grande líder na região da Serra e conservou, e que vem para somar muito, acredito que agora na Serra vamos chegar a 90% da votação ou até 95%, dependendo do andamento do trabalho”, disse. 


Veja também

SJC 6035180985854715504

Postar um comentário

Últimas Notícias

item