Efetivo reduzido dificulta atendimento do Corpo de Bombeiros no interior

PIAUÍ - No último sábado (20), uma equipe do Corpo de Bombeiros de Parnaíba foi acionada para atender a um incêndio na cidade de Piracuruca...

PIAUÍ - No último sábado (20), uma equipe do Corpo de Bombeiros de Parnaíba foi acionada para atender a um incêndio na cidade de Piracuruca, localizada a 190 km de Teresina. Apesar da unidade do litoral ser a mais próxima do município de Piracuruca, a distância e demora em chegar ao local do incêndio fizeram com que as chamas só fossem apagadas mais de quatro horas depois.

Imagem: Antonio Rocha
No Estado do Piauí, apenas quatro cidades dispõe de postos do Corpo de Bombeiros, que estão instalados em Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano, e possui um efetivo de 320 homens para atender a todo o estado. Em casos onde há necessidade de atendimento em outros municípios, a equipe mais próxima é deslocada até o local.

Segundo o assessor de comunicação do Corpo de Bombeiros do Piauí, Major Egídio Leite, para atender a outras cidades de forma mais rápida seria necessário de mais efetivo, ou seja, de mais contratações de profissionais. Contudo, ele explicou que seria preciso mais investimentos e gastos, porém, “o Governo não pode contratar por conta da lei de Responsabilidade Fiscal, então precisamos prestar o serviço dentro das possibilidades”, disse.

Com relação à instalação de novas unidade em outras regiões do Estado, o assessor de comunicação do Corpo de Bombeiros destacou que essa é uma necessidade confirmada, sobretudo no Sul do Piauí, entretanto, o efetivo atual está conseguindo atender à demanda. De acordo com ele, a maior dependência é com relação à distância das unidades do corpo de bombeiros para os demais municípios.

“Ficamos nessa dependência. A distância e a demora em chegar a algum local acaba sendo a grandeza maior, fazendo com que incêndio tome maiores proporções e acaba acarretando em prejuízos. Se faz o que se pode e com o que se tem”, enfatizou o Major Egídio Leite.

As demandas para conter incêndios diminuíram neste período do ano, devido às chuvas. Com o clima mais ameno e temperatura mais baixa, a ocorrência de queimadas no estado é menor. Todavia, com o período chuvoso, aumenta a atenção a locais com banhos, como rios e cachoeiras, além de cidades que são atingidas pelas águas e acabam ficando alagadas, como o município de Dom Inocêncio.

Sobre a ampliação de mais unidades no estado, o major destacou que é preciso fazer um levantamento das regiões, para que possam ser detectadas as atividades essenciais, vez que são desenvolvidas atividades contra incêndio e de prevenção de acidentes. O assessor não quis especular quanto à quantidade de profissionais que seriam necessários para suprir a demanda do estado.


Por: Isabela Lopes - Jornal O DIA

Veja também

PIAUÍ 8839098211977613992

Postar um comentário

Últimas Notícias

PUBLICIDADE

item