"Ele veio para matar", diz Chambinho sobre atentado

PIAUÍ - Vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada de sábado (30), o cantor Chambinho do Acordeon descartou que o atentado tenha sid...

PIAUÍ - Vítima de uma tentativa de homicídio na madrugada de sábado (30), o cantor Chambinho do Acordeon descartou que o atentado tenha sido um assalto mal sucedido e revela: "Ele veio para matar". Em entrevista ao Jornal do Piauí desta segunda-feira (1º), o interprete de Luiz Gonzaga no filme “Gonzaga – de pai para filho” afirmou ainda que não houve contato com o homem responsável pelos disparos durante o crime. 

Chambinho do Acordeon. (Foto: Reprodução/Cidade Verde)
"Tínhamos saído depois da apresentação quando veio uma moto por trás e já efetuou o primeiro disparo. Depois ele esperou um pouco e efetuou mais dois disparos na minha direção, antes dele sair efetuou mais um. Não houve nenhum contato antes ou depois. Ele veio realmente para a execução, resta saber se ele confundiu o carro, o certo é que ele veio para matar", declarou o músico.

Inicialmente, a polícia acreditou que se tratava de uma tentativa de assalto, mas o cantor afirma que não foi caso. "A gente tem que descartar essa hipótese porque o elemento que chega para assaltar bate no vidro e pede a carteira, não teve nenhum tipo de ação do lado dele, ele já chegou atirando", explicou Chambinho do Acordeon.

O artista afirmou ainda que não possui desentendimentos que possam ter resultado na tentativa de homicídio. "Quero deixar claro que não tenho nenhum vício com droga, com bebida, sou bem casado, minha esposa é minha produtora e viaja comigo. Ninguém pode especular que seja uma desavença e vamos deixar na mão da justiça", ressaltou.

O caso está sendo investigado pelo delegado Ademar Canabrava, titular do 12º Distrito Policial, na zona Leste de Teresina. Imagens das câmeras de segurança estão sendo utilizadas na tentativa de identificar o suspeito.

Fonte: Cidade Verde

Veja também

TERESINA 6337985749823125787

Postar um comentário

Últimas Notícias

item