Pedro Isidoro afirma que busca "sobrevivência política"

SÃO JOÃO DA CANABRAVA – Após afirmar que poderá lançar a candidatura do filho, o médico Danilo Isidoro, a prefeito de São João da Canabrava,...

SÃO JOÃO DA CANABRAVA – Após afirmar que poderá lançar a candidatura do filho, o médico Danilo Isidoro, a prefeito de São João da Canabrava, o ex-prefeito, Pedro Isidoro Neto, concedeu entrevista ao Canabrava News onde revelou o que o teria levado a considerar essa possibilidade e ainda a uma possível adesão ao grupo do prefeito Elson Silva.  


Ex-prefeito de São João da Canabrava, Pedro Isidoro Neto. (Foto: Antonio Rocha)

Canabrava News - Existe a possibilidade do seu filho, Danilo Isidoro, ser candidato a prefeito nas próximas eleições?

Pedro Isidoro - Político é candidato sempre. Nesses últimos 35 anos tenho vivido aqui, nunca me afastei, eu trabalho para sobreviver politicamente, o meu filho é um menino novo, e uma parte dos amigos acham que ele deve ser candidato, só que uma terceira candidatura pode complicar o jogo, então é melhor os lados se entenderem. 

Canabrava News – A oposição estaria dividida? 

Pedro Isidoro – Eu entendi que era um lado da oposição e outro da situação, só que uma parte da oposição quis dividir em dois grupos, e dividindo as coisas ficam complicadas, e se dividir em três fica pior ainda.

Canabrava News – Como é atuar pela oposição, já que o senhor foi prefeito e por 20 anos participou da administração do município? 

Pedro Isidoro - Estou a sete anos na oposição e a três anos trabalhando com Dedeza, ensinando os caminhos das pedras a ele, que ele pouco conhecia o município, afastado daqui a mais de 20 anos, e nós sabemos o caminho, por isso apresentei todos os meus amigos a ele, levei ele para o interior do município e nas cidades vizinhas, e todo mundo sabia que estávamos juntos para ganhar a eleição, mas há uma corrente que acha que eu não devo mais compor o grupo de Dedeza, achando que deve ser uma chapa do próprio partido PP com o candidato a prefeito Dedeza e outro rapaz que eu praticamente não conheço a vice-prefeito, e consequentemente me afastando. 

Canabrava News – Qual a sua posição sobre essa decisão? 

Pedro Isidoro - Eu preciso sobreviver politicamente, até por que o nosso trabalho aqui, é profícuo, temos obras e obras no município, dizem alguns que as obras não importam, mas o que importa é você ter a consciência tranquila de que cumpriu o dever do político, e que ainda representa muito bem o nosso município. 



DUAS OPOSIÇÕES?

Canabrava News – Muita gente afirma que atualmente existem duas alas dentro da oposição, como o senhor analisa isso? 

Pedro Isidoro - Não é fácil analisar. Quando Dedeza chegou aqui, eu perguntei a ele se ele queria ser candidato a prefeito, ele ouviu nossas orientações e fomos para o campo, eu nunca pensei que existia dois grupos, trabalhei pensando que era o grupo da oposição, o grupo de Dedeza e Pedro Isidoro não existia, existia o grupo da oposição para mim. Pedro Isidoro, você é inocente? Eu não sou inocente, eu sou uma pessoa que gosta de confiar nas outras pessoas, eu confiava que não existia dois grupos, nós trabalhamos esse tempo todo junto com Dedeza. Com o tempo surgiram comentários, mas meu compromisso maior é com o comandante Dedeza, eu não escutava conversa de ninguém, e ultimamente eles praticamente disseram: olha Pedro Isidoro você tem que sobreviver politicamente de outra maneira, por que com a gente não dá mais. 

Canabrava News – Existia um acordo para o senhor indicar o candidato a vice-prefeito? 

Pedro Isidoro – Nós tínhamos um combinado para apresentar o candidato a vice, poderia ser Danilo, saiu até o DD (Danilo e Dedeza) por muito tempo, meu filho não estava todos os dias, ele tem as ocupações dele, mas eu estava aqui na luta todos os dias, e eu não sei qual é o pensamento desse pessoal, eu nem quero chamar de grupo de Dedeza, porque eu nunca quis separar isso, mas já quando quiseram separar já me cercaram de uma maneira, e ainda estou pensando no que fazer.

Canabrava News – O que o senhor vai fazer? 

Pedro Isidoro - Preciso da minha sobrevivência política, e quero meu partido, que foi o partido que trabalhou nesse município, teve uns erros, todas as administrações tem  erros, mas quem trabalhou quem serviu, quem vive servindo somos nós, se você entrar nesse município, em todos os cantos tem o meu nome registrado com uma, duas, três obras em cada povoado e trabalhamos pra isso, e vamos sobreviver politicamente, quem estiver pensando, ‘nós matamos Pedro Isidoro’, não, ‘Pedro Isidoro ninguém mata’. 


Canabrava News – O senhor se sente desvalorizado? 

Pedro Isidoro - Veja bem, eu me sento golpeado, estou me mexendo para ver se saio dessa situação, por que eu trabalhei e de uma hora para outra mudou as coisas.  Está muito difícil a minha situação, estou triste e preocupado por que me botaram numa situação que não queria estar, mas a história diz que o líder não pode cruzar os braços, não vou cruzar meus braços, não vou ficar sem minha decisão, no momento estou desnorteado, mas o povo junto com Deus irão me dar um caminho pra eu seguir.

Canabrava News - Com a relação à saída do Joaquim Neto da oposição, o que o senhor acha dessa decisão?

Pedro Isidoro – Eu não vou ser contra ele, nem falar nem isso, nem aquilo, até por que na política existe isso, também não vou condenar, ele é um rapaz trabalhador, meu amigo, continua no partido Democratas, o que ele me disse que apenas iria votar em Mércia, mas vai continuar no partido Democratas, que sempre foi o grande partido daqui, tem obras e obras aqui construídas. 

Canabrava News – Existe uma divisão entre a Canabrava e a Conceição? 

Pedro Isidoro - Não existe isso, são conversas que não cabem na cabeça de ninguém, na Canabrava nós criamos, e preparamos para o futuro, nós fomos trabalhar no município, questão de divisão, isso é só umas pessoas daqui que querem jogar achando que o povo vão nessa onda, não vão, Canabrava e Conceição são a mesma coisa, o mesmo município. Esse pensamento não cabe mais no mundo de hoje. Conceição tem cidadão de bem, aqui tem cidadão de bem, então não podemos fazer essa separação, eu me incluo como municipalista, amo minha e tenho provado isso há muito tempo, gosto do povo e trabalho para o povo.  


Canabrava News – O senhor diz que luta para sobreviver na política e se a sobrevivência estiver do lado da situação?

Pedro Isidoro - Eu vejo assim, hoje existe uma não possibilidade, amanhã pode existir a possibilidade, se você quer sobreviver politicamente tem que ganhar, já perdi duas vezes seguidas, uma com candidato com poucos votos de diferença, a outra com Roberto, um rapaz do bem, mas não teve êxito, então dessa vez queria ter êxito. Se eu fosse apoiar qualquer um dos dois lados eu quero uma coligação, com a indicação do vice, essa é a minha exigência.

Canabrava News – Qual o peso da Conceição nessa disputa? 

Pedro Isidoro – A Conceição é um povoado de mil e cem votos, se o prefeito e a pré-candidata são de lá, a gente tem que ter alguém de lá para equilibrar a disputa. Mas se não houver ninguém de lá a situação aumenta os votos e muito a votação. Em eleição a gente tem que pesar essas coisas. 

Canabrava News - Como o Senhor avalia a administração do prefeito Elson Silva? 

Pedro Isidoro - Eu já fui administrador, já pequei, antigamente diziam que meu único pecado foi algumas vezes atrasar salários, só que com o passar do tempo, eu observei que eu não tive só esse pecado, parece que o pessoal não gostaram de eu ter feito obras no município, era para ter dado o dinheiro todo para eles, mas não quero criticar justamente por que eu já fui administrador, eu acho que essa Administração tem algumas pecados, uns podem ser corrigidos.  

Espaço aberto 

Pedro Isidoro – Não quero fazer críticas nem ao prefeito nem ao Dedeza, para quem trabalhei até o dia 30 de dezembro, foram 36 meses trabalhando e de uma hora para outra as coisas mudaram, mas quem sabe amanhã as coisas se consertam, a pesar de ter ficado a magoa, e me sentir golpeado, tenho muita prudência, mas que eu tomo uma decisão eu tomo, a Eleição é em outubro e as convenções em agosto, daqui para lá tem muito tempo. 




Veja também

POLÍTICA 4587186541432648325

Postar um comentário

Últimas Notícias

item