Uespi tem proposta aprovada de adesão a Mestrado

A Universidade Estadual do Piauí conseguiu uma importante conquista na noite desta segunda (29). Trata-se da aprovação da proposta de um Me...

A Universidade Estadual do Piauí conseguiu uma importante conquista na noite desta segunda (29). Trata-se da aprovação da proposta de um Mestrado Profissional em ensino de Biologia, o primeiro da área no Piauí, pelo comitê-gestor da UFMG, que sedia a coordenação geral do ProfBio - Programa de Mestrado Profissional em Ensino de Biologia em Rede Nacional. A aprovação da proposta ainda passará pela análise e ratificação da CAPES.

Universidade Federal do Piauí- UESPI. (Foto: Reprodução)
O mestrado profissional é voltado para professores da rede pública de ensino básico que estejam na ativa, para que se proporcione a eles uma qualificação no ensino. Segundo a professora do curso de Biologia e elaboradora da proposta, professora Dra. Francisca Lúcia, a aprovação significa muito para a UESPI, pois já era uma tentativa de muito tempo para todas as instituições piauienses. "A UESPI é a primeira do Piauí a possuir um Mestrado na área de Biologia, o que é um passo muito importante pois será o 5º mestrado a ser implementado na instituição. Isso significa um implemento de entusiasmo não só na capital, mas em todos os campi do interior que também ofertarão o curso", pontuou.

Para o Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UESPI, professor Doutor Geraldo Eduardo da Luz, a aprovação é importante não só para a instituição, mas também para o Piauí, pois é uma forma de contribuir para que o Estado atinja o que está previsto em lei no Plano Estadual de Educação. A lei estabelece um aumento significativo na qualificação dos docentes da rede de educação básica em nível de mestrado.
"E não é importante apenas para o Piauí, mas também para os vizinhos Maranhão e Ceará, pois nos outros programas semelhantes, como o Profmat e o Profletras, há um grande número de estudantes que vem desses dois Estados", relatou o pró-reitor. Geraldo também mencionou conquistas futuras que podem vir através dessa aprovação: "Abre um leque de oportunidades, no sentido de que nossos docentes vão adquirir experiência de orientação em nível de mestrado, vão aumentar sua produção científica, sua produção técnica, e isso vai possibilitar, num futuro próximo, a proposta de um programa acadêmico de mestrado, e posteriormente, pleitear um curso de doutorado na área de biologia", finaliza.

Em parceria com a Universidade Federal e o Instituto Federal, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) irá ofertar mais cursos de mestrados profissionalizantes e acadêmicos. "A Capes nos deu total apoio e no segundo semestre virão ao Piauí para fazer o fechamento de todos os projetos", afirma Carlos Alberto, Superintende de Ensino da Seduc. Além de fazer parte do Plano Estadual de Educação, o programa de qualificação continuada dos nossos professores é meta estabelecida tanto por parte do governo, quanto por parte da Seduc. "A formação em nível de mestrado faz com que o professor aumente seu desempenho, capacitando-o para o desenvolvimento de suas atividades na sala de aula", garante.


Fonte: Seduc

Veja também

PIAUÍ 7940774433364177063

Postar um comentário

Últimas Notícias

item