Deputado Pablo Santos rompe com prefeito Padre Walmir

PICOS - Oito meses após aderir ao prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima, o deputado Pablo Santos (PMDB) rompeu politicamente com o g...

PICOS - Oito meses após aderir ao prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima, o deputado Pablo Santos (PMDB) rompeu politicamente com o gestor. A partir de agora o parlamentar e seu grupo passam a apoiar o ex-prefeito Gil Marques de Medeiros, o Gil Paraibano (PP), pré-candidato ao Palácio Coelho Rodrigues pela oposição.

Imagem: José Maria Barros/GP1
 Após várias conversas à portas fechadas, o ex-prefeito Gil Paraibano (PP) e o deputado Pablo Santos (PMDB) chegaram a um acordo. O peemedebista e seu grupo deixam a administração municipal e passam a apoiar a pré-candidatura do progressista.

O acordo foi celebrado em almoço realizado nesta quinta-feira, 31, no Restaurante Rala Bucho, localizado na rua São José , nas imediações da praça da OAB. Estavam presentes os deputados Pablo Santos (PMDB) e Belê Medeiros (PP), vereadores Renato Ibiapino e Valdívia Santos (PRP), o presidente da Sociedade Esportiva de Picos, Waldemar Santos Júnior, o Dr. Junior, e o ex-prefeito Gil Paraibano (PP).

O vereador Renato Ibiapino (PRP confirmou que a adesão do grupo do deputado Pablo Santos (PMDB) ao ex-prefeito Gil Paraibano (PP) será anunciada oficialmente nesta sexta-feira, 1º de abril. O ato está previsto para as 9 horas da manhã na residência do ex-deputado Warton Santos, localizada no bairro Canto da Várzea.

Entrega dos cargos

Em razão do rompimento com o Padre Walmir, o grupo do deputado Pablo Santos já providenciou a entrega dos cargos que mantinha na administração municipal, inclusive, dois de primeiro escalão. Além deles, estavam na folha de pagamento vários comissionados indicados por apadrinhamento político por Pablo e pelos vereadores Renato Ibiapino e Valdívia Santos.
           
Nesta quinta-feira, 31, a bioquímica Verônica Danda Vasconcelos Santos, esposa do Dr. Júnior, entregou sua carta de demissão da secretaria municipal de Cultura. O titular das Finanças, Eden Gardes Gomes Ibiapino, tentou fazer o mesmo, mas o Padre Walmir já havia deixado o Palácio Coelho Rodrigues.

Segundo o vereador Renato Ibiapino, tio de Eden Gardes, às 8 horas da manhã desta sexta-feira, 1º, o secretário de Finanças vai protocolar na Prefeitura o seu pedido de demissão. “Ele [Eden] já se despediu do cargo, fez uma reunião hoje com os funcionários para anunciar a sua saída” – contou o parlamentar.

Discordou

Ao comentar o assunto, o presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor Saunders Martins (PMDB), disse que cada um só fica no grupo que quer, onde se sente bem. Porém, não acha correta a atitude tomada por ex-aliados do Padre Walmir (PT).

“Não estou aqui para julgar ninguém, mas acho que cada um tem que tomar a decisão e agir com honra e sinceridade. Se não queria fazer parte da administração, por que não disse isso antes? Depois de passar nove meses tendo participação na gestão, chega agora em cima da hora e entrega os cargos. Não acho correto! Sou do grupo do Padre Walmir e vou seguir até o fim” – reafirmou Hugo Victor.

Retorno

Nas eleições de 2012, mesmo o PMDB tendo um candidato a prefeito, o deputado Pablo Santos e todo o seu grupo político, resolveram apoiar a candidatura da deputada Belê Medeiros, na época filiada ao PSB. Com direito, inclusive, a indicar o candidato a vice, Dr. Júnior (PRP). A chapa da oposição, composta por Kléber Eulálio e Padre Walmir acabou vencendo o pleito.

Em julho do ano passado, o deputado Pablo Santos aderiu ao Padre Walmir em troca de indicar vários cargos na administração, incluindo a secretaria municipal de Cultura. Por outro lado, o parlamentar se comprometeu a apoiar a candidatura a reeleição do atual prefeito. Nove meses depois ele muda novamente e passa para o lado do adversário.
           
 Fonte: Jornal de Picos

Veja também

POLÍCIA 338805969318363923

Postar um comentário

Últimas Notícias

item