Marcelo Castro é exonerado após sete meses no Ministério da Saúde

PIAUÍ - A exoneração do ministro da Saúde, Marcelo Castro (PMDB) foi publicada pelo governo federal no "Diário Oficial da União" ...

PIAUÍ - A exoneração do ministro da Saúde, Marcelo Castro (PMDB) foi publicada pelo governo federal no "Diário Oficial da União" nesta quinta-feira (28). Marcelo Castro havia pedido a demissão nesta quarta. Mesmo sem demonstrar interesse em deixar o cargo, a sua saída foi inevitável, depois do rompimento do PMDB com o governo federal, no mês passado. Ele passou sete meses na pasta.

Marcelo Castro é exonerado do Ministério da Saúde. (Foto: Reprodução)
Do PMDB, agora ele é o sexto ministro do partido a deixar cargo no governo da presidente Dilma Rousseff.

Marcelo Castro estava no cargo desde outubro do ano passado, quando foi indicado pelo líder do PMDB na Câmara, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), para assumir, na época da “reforma administrativa” feita pela presidente Dilma Rousseff (PT), que culminou no corte de oito dos 39 ministérios e na mudança no comando de algumas pastas - entre elas, a Saúde.

Há aproximadamente 15 dias, Castro deixou o Ministério da Saúde, temporariamente, para retomar o mandato de deputado federal e votar contra o impeachment da presidente na Câmara e dois dias após votação, reassumiu o ministério.

Agora, Kátia Abreu (PMDB), ministra da Agricultura, que é amiga pessoal da presidente, é a única da sigla que ainda está na equipe ministerial.

Depois que a notícia da demissão do ministro, Leonarndo Picciani informou que recomendou a Marcelo Castro que ele deixasse o cargo, em razão da decisão da ampla maioria da bancada do partido decidir pelo apoio ao impeachment da presidente.


Lyza Freitas (Com informações do G1)

Veja também

POLÍTICA 5949711784460010185

Postar um comentário

Últimas Notícias

item