Pichações causam danos ao patrimônio público em Picos

PICOS - Pichar muros é crime, mas a lei não intimida a ação de quem suja as cidades brasileiras. Para deixar marcas em prédios públicos e p...

PICOS - Pichar muros é crime, mas a lei não intimida a ação de quem suja as cidades brasileiras. Para deixar marcas em prédios públicos e particulares, os pichadores se arriscam e infringem a lei.  A violação pode resultar em três meses a um ano de prisão.

Pichação na parede do PREMEN (Foto: Juninho Rodrigues)
Em Picos a ação, que há algumas semanas era tímida, começou a chegar aos prédios públicos, entre eles o Museu Ozildo Albano, o estádio municipal Helvídeo Nunes e o Centro Estadual de Educação Profissional Petrônio Portela – PREMEN.

No estádio as paredes externas e dos vestiários receberam as pichações. No local foram pichados termos alusivos a Operação Lava Jato. Assim como nas paredes do PREMEN, tradicional unidade escolar da cidade.

O Museu Ozildo Albano, local que abriga o maior tesouro cultural e histórico do povo picoense, também foi alvo da ação. A depredação aconteceu na semana passada. Em uma das paredes externas do museu foi pichada a frase “Vida Loka”.

Fonte: Picos 40 Graus

Veja também

PICOS 700789112686373612

Postar um comentário

Últimas Notícias

item