Polícia investiga se menina internada foi usada em ritual de magia negra

PIAUÍ - Uma menina de 10 anos foi internada Hospital de Urgência de Teresina com marcas de tortura e intoxicação. A polícia e a direção da ...

PIAUÍ - Uma menina de 10 anos foi internada Hospital de Urgência de Teresina com marcas de tortura e intoxicação. A polícia e a direção da unidade de saúde suspeitam que a criança tenha sido usada num ritual de magia negra, pois seu corpo está cheio de cicatrizes em forma de cruz e seu cabelo foi raspado. Internada no HUT desde do dia 14, o caso só foi divulgado nesta segunda-feira (19) e as chances de sobrevivência da criança são pequenas.

HUT - Hospital de Urgência de Teresina (Foto: Fernando Brito/G1)
De acordo com o delegado Guilherme Ferraz, do 11º DP, exames já foram feitos e a polícia aguarda os resultados. “Recebemos o caso nesta terça-feira (19) e iniciamos a investigação. Estamos esperando os resultados dos exames para saber de fato o que aconteceu. Vamos tentar localizar os pais dessa crianças e colher todos os depoimentos. Porém, as evidências encontradas no corpo da criança leva a polícia a crer que ela tenha sido sido submetida a rituais de magia negra”, revelou o delegado.

Internada na Unidade de Terapia Intensiva pediátrica do HUT, o estado de saúde da menina é considerado gravíssimo. “É um caso em que as chances de sobrevivência são pequenas. Ela não teve melhoras e estamos bastante preocupados com esse caso, já que ela está em coma profundo”, contou Gilberto Albuquerque, diretor do Hospital de Urgência de Teresina.

O diretor revelou ainda que a suspeita de a criança ter sido usada em algum ritual de magia negra partiu dos próprio familiares da vítima. “Inicialmente a família negou a possibilidade de intoxicação e informou apenas que a menina havia passado mal. Porém, após exames, constatamos a ingestão de um líquido que ainda iremos descobrir qual é, já que foram coletados resíduos no estômago dela. 

Verificamos que o corpo da criança está cheio de cruzes, a mãe negou que tenha feito qualquer mal para a filha, mas familiares relataram que essa mulher tem o hábito de fazer magia negra”, disse Gilberto Albuquerque, diretor do HUT.

A criança chegou ao HUT depois que foi internada, no dia 14 desse mês, no Hospital do Satélite e transferida no mesmo dia para o maior Hospital de Urgência da capital devido à gravidade do seu quadro clínico. 

O Conselho Tutelar de Teresina já foi acionado que também levou ao conhecimento da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e do 11º Distrito Policial, que ficará responsável pelas investigações.

Fonte: G1

Veja também

POLÍCIA 7761112515940881822

Postar um comentário

Últimas Notícias

item