Professores da Uespi anunciam greve

PICOS - Professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) podem deflagrar greve, a partir de segunda-feira, 11, contra a organização de...

PICOS - Professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) podem deflagrar greve, a partir de segunda-feira, 11, contra a organização de mudança de nível e progressões dos servidores da Uespi. “Estávamos negociando com o Governo e fomos pegos de surpresa, já no dia 03/04, com a publicação da lei que trata sobre o assunto no Diário Oficial do Estado”, reclamam, em nota a imprensa.

Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Campus de Picos. (Foto: Romário Mendes)
A Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Piauí já publicou edital convocando assembléia geral da categoria, para decidir sobre o assunto, segunda-feira, no afiteatro do Centro de Ciências da Natureza, da Uespi. A primeira convocação é para às 9h. A segunda, para 9:30. A deliberação será tomada com qualquer número de filiados.

A Lei 6.772, que foi aprovada pela Assembléia Legislativa do Piauí e sancionada pelo governador Wellington Dias vale para cerca de 30 órgãos e entidades de administração direta, autárquica e fundacional. Dentre as repartições afetadas estão as secretaria de Saúde, Educação, Administração e Previdência Social, Turismo, Assistência Social e Cidadania, o Instituto de Terras do Piauí e a Universidade Estadual do Piauí.

De acordo com a Associação dos Docentes da Uespi, “na prática, através da publicação da lei, o Governo do Estado desarranja e congela o conjunto de Planos de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) dos servidores estaduais: extingue vários cargos, modifica regras e regimentos de trabalho, engessa progressões, e indefere promoções de classe e nível. Isso implica em estabilização e diminuição salarial, com o objetivo de enxugar as contas públicas estaduais, através de modificações nos regimes internos dos próprios servidores do Estado”.

Fonte: Portal AZ

Veja também

PICOS 627508557285451131

Postar um comentário

Últimas Notícias

item