Sessão solene na Alepi comemora Dia do Jornalista

TERESINA - Dar voz à imprensa livre e soltar as amarras da comunicação. Foi esse o tom do discurso do deputado estadual Dr. Pessoa (PSD), p...

TERESINA - Dar voz à imprensa livre e soltar as amarras da comunicação. Foi esse o tom do discurso do deputado estadual Dr. Pessoa (PSD), proponente da sessão solene realizada na manhã desta quarta-feira (27/04) na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) em comemoração ao Dia do Jornalista. A solenidade contou com a presença de jornalistas de diversos veículos, além de representantes do Sindicato dos Jornalistas do Piauí (Sindjor-PI).

Jornalistas comemoraram homenagem na Alepi. (Foto: Reprodução)
"Se não temos uma imprensa livre não poderemos ter uma democracia. Quem tem medo de imprensa é porque deve", destacou Dr. Pessoa. O parlamentar lembrou ainda que a data se comemora no dia 7 de abril, mas não foi possível visto que o mesmo estava acometido por um surto de Chikungunya.  

"Esse ato não é para me aproximar dos jornalistas, é por merecimento, eles são um dos principais pilares da democracia. É quem busca os fatos e divulga para a população tomar conhecimento”, completou o parlamentar.

A mesa de honra foi compostas pelos jornalistas Amadeu Campos (PTB), pré-candidato a prefeito de Teresina, a jornalista Cinthia Lages, do Grupo Meio Norte, o jornalista Marcos Melo, do portal Política Dinâmica, o presidente da Fundação Antares, Humberto Coelho, a jornalista Yala Sena, do portal Cidade Verde, e Luiz Carlos, vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas do Piauí.

O jornalista Amadeu Campos, que atua na profissão há quase 30 anos, destacou a importância do profissional de comunicação. De acordo com ele, é o jornalista quem dar voz aos que não têm voz. “Nós somos aquele que damos voz aos que não tem vez, veja como é nobre a função que a gente exerce e eu fico muito feliz em está presente nesta homenagem”, ressaltou.

Já Luiz Carlos, representante do Sindjor-PI e da Federação Nacional dos Jornalistas no Piauí (Fenaj), disse que a categoria não tem muito o que comemorar e que ainda há muitas conquistas para serem alcançadas. Segundo ele, existe uma luta intensa no sentido de melhorar o piso salarial da categoria e a disponibilidade de melhores condições de trabalho. 

"Queremos que o Estado crie um quadro de pessoal, para legalizar a categoria e também realizar concurso público nas instituições, como uma forma de o jornalista ter estabilidade financeira e melhores condições de trabalho. Lutamos ainda junto a Fenaj para termos um piso salarial equivalente a seis salários mínimos e pela obrigatoriedade do diploma", finalizou.

A sessão solene aconteceu no plenário da Alepi. Poucos deputados da Casa prestigiaram o evento.

Sessão solene contou com a presença de dezenas de jornalistas. (Foto: Manoel José/CT)

Fonte: Capital Piauí


Veja também

PIAUÍ 6568221687534023175

Postar um comentário

Últimas Notícias

item