Eletrobras alerta para os riscos de acidentes com a rede de energia elétrica

Com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos de acidentes com as redes de energia elétrica, a Eletrobras tem realizado anual...

Com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos de acidentes com as redes de energia elétrica, a Eletrobras tem realizado anualmente campanhas de educação.

Imagem: Reprodução
A Concessionária alerta a seus clientes que, dependendo da intensidade da corrente elétrica, o choque elétrico pode, em determinados casos, levar ao óbito, por isso deve-se ter cuidado com tomadas, fios desencapados, manuseio e instalação de antenas de TV e poda de árvores.

A Empresa recomenda aos pais que tomem cuidados especiais com as crianças que, nessa época do ano, costumam soltar pipas próximas à rede de energia elétrica. As linhas das pipas, em contato com a rede elétrica, podem ficar energizadas, pondo em perigo as crianças.

Segundo o gerente de Segurança da Distribuidora, Cacilio Sonei, a maioria dos acidentes com energia elétrica ocorre por falta de informação e qualificação dos profissionais que executam serviços na rede ou em suas proximidades, sem autorização da Concessionária.

“É preciso que o profissional tenha conhecimentos básicos das regras e procedimentos de segurança, utilize equipamentos e ferramentas adequadas e tenha permissão da Empresa para intervir na rede de energia”, afirmou Cacílio.

“Atos como a realização de gambiarras, autorreligação do consumidor e até mesmo ligação nova, expõem as pessoas a riscos de acidentes elétricos, podendo provocar lesões graves ou até a morte, tanto para quem intervém na rede elétrica sem qualificação e sem equipamentos de segurança, quanto para quem contrata o serviço. Isso porque a má qualidade do serviço torna as pessoas do imóvel vulneráveis a descargas elétricas e curtos circuitos, além dos possíveis danos a equipamentos eletrônicos. Quem contrata poderá ainda responder a processo penal por cometer crime de furto de energia e por lesão corporal ou homicídio”, alertou.  

Cacílio ainda ressaltou que a rede elétrica interna de todo imóvel deve passar por manutenção, realizada por um profissional qualificado, e que toda instalação ou extensão de instalação só deve ser feita por pessoa habilitada para o serviço. O consumidor também deve estar atento para não sobrecarregar a rede elétrica interna da residência, o que ocorre quando vários aparelhos são ligados em uma mesma tomada. “É necessário fazer aterramento das instalações elétricas e usar materiais e equipamentos adequados”, concluiu o gerente.

Fonte: Ascom

Veja também

PIAUÍ 2921295810206945321

Postar um comentário

Últimas Notícias

item