Prefeito Renato Pio fortalece grupo político em São Luís do Piauí

SÃO LUÍS DO PIAUÍ – Nós últimos meses o cenário político em São Luís do Piauí tem passado por algumas mudanças no que diz respeito a comp...

SÃO LUÍS DO PIAUÍ – Nós últimos meses o cenário político em São Luís do Piauí tem passado por algumas mudanças no que diz respeito a composição dos grupos de oposição e situação. O grupo do prefeito Renato Pio (PSB) ganhou cinco adesões e passa a contar com o apoio da vereadora Rosangela Sousa (PC do B) da ex-vice-prefeita, Edilene Barros, mais conhecida por Bebel, da liderança polític  José Maria de Moura e dos pré-candidatos a vereador, Carlos Augusto Bezerra Chagas (PRTB) e José de Sousa Barros, (PSB), o Zé Messias.  

O pré-candidato Carlos Augusto, que veio do Maranhão para disputar uma vaga no Poder Legislativo em São Luís do Piauí, revela o que o motivou a aderir o grupo da situação.

 Pré-candidato a vereador Carlos Augusto. (Foto: Antonio Rocha)
“A minha visão política eu trazia ela individual e precisava apresentar as minhas propostas políticas, só que para isso eu precisava de um grupo, então eu me posicionei junto a oposição e aguardei durante meses uma proposta de como a oposição iria trabalhar, de como seria esse trabalho, então não vi por parte dos pré-candidatos a vereador e a prefeito o interesse em apresentar uma proposta de trabalho. Um dia o prefeito me convidou e eu perguntei a forma como ele pretende trabalhar ele me apresentou a proposta de trabalho e ouvi a minha família, que acompanha a situação, então fica difícil para mim chegar em uma cidade e ir logo contra a minha família, então a minha decisão foi mais pela família do que pela política. 

O ex-vereador José Messias conta sempre teve um bom relacionamento com a situação e que não sofreu pressão dos membros do partido para aderir ao grupo do prefeito Renato Pio, hoje presidente do PSB.

Ex-vereador e pré-candidato a vereador José Messias. 
“Em nenhum momento o Dr. Wilson disse ‘seja candidato ou não seja’, alguém do PMDB procurou ele e pediu que eu não me candidatasse no 40 junto com o atual prefeito, ele disse que não ia interferir, por que eu sabia o que fazer. Eu tenho um bom relacionamento com a situação, sempre tive e com a oposição, por outro lado eu era informado que a oposição não pretendia mais encabeçar uma chapa com a coligação com meu nome pelo meio, então fica aquela questão a gente só deve querer quem quer a gente e o outro lado vinha me convidando, política tem as suas estratégicas e dentro da situação eu vejo uma estratégica política de eu conseguir uma eleição”, afirmou.

A ex-vice prefeita de São Luís do Piaui, Edilene Barros, a Bebel, também aderiu ao grupo do prefeito Renato Pio.

Edilene Barros, Bebel. (Foto: Rosário Sousa)
A vereadora Rosangela Sousa também resolveu aderir a situação, há seis meses ela integra o grupo do prefeito Renato. 

“Sempre o prefeito Renato juntamente com os vereadores da situação, principalmente o vereador Lindalberto, convidavam a gente para fazer parte do grupo, e a gente como se diz colocando a cabeça no lugar para poder ver se dava certo essa mudança, então tem uns sies meses que a gente tomou essa atitude de se juntar a eles, e graças a Deus até agora está tudo indo bem”, acrescentou. 

Vereadora Rosângela Sousa apoia o prefeito Renato Pio.

Veja também

SÃO LUÍS 8511318316801764202

Postar um comentário

Últimas Notícias

item