Professores da UESPI realizam manifestação em frente ao Karnak

TERESINA - Um grupo de professores, técnicos e alunos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realizaram uma manifestação na manhã desta ...

TERESINA - Um grupo de professores, técnicos e alunos da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) realizaram uma manifestação na manhã desta quinta-feira (05/05). O grupo se concentrou na Praça do Fripisa, região Centro de Teresina e seguiu em caminhada até o Palácio de Karnak, sede do poder executivo estadual. 

Os professores e técnicos administrativos da Uespi deflagraram greve da categoria por tempo indeterminado. Os servidores da instituição reclamam da falta de abertura por parte do governo do estado em debater a campanha salarial dos profissionais.

Manifestantes se reuniram na Praça do Fripisa, em Teresina Foto: Luan Mateus/Ascom

Os grevistas pedem a revogação da Lei 6.772/2016, que congela a progressão de carreira dos docentes da Uespi. De acordo com o projeto, professores que fizessem mestrado, doutorado ou qualquer qualificação na área docente não iriam receber aumento de salário.

O reajuste só seria possível se algum professor, que já recebesse a progressão, saísse do quadro de funcionários da Uespi. Os professores efetivos também reclamam da estrutura dos campis e da quantidade de docentes temporários que trabalham na instituição que já somam 600 profissionais.

Uma equipe do governador Wellington Dias (PT) já recebeu uma comissão dos professores, mas nada foi resolvido ainda. O governo alega as dificuldades financeiras pela qual o Estado passa atualmente. Wellington já sinalizou que a prioridade do governo e manter a folha de pagamentos em dia dos servidores públicos. Por enquanto não houveram atrasos, mas a situação está cada vez mais difícil. O empréstimo realizado junto ao Banco Mundial na ordem de mais de R$ 1,2 bilhão irá dar um suspiro e alavancar uma série de obras que seguem em andamento na capital e no interior. 

Apesar do grupo se reunir em frente ao Karnak, o governador Wellington Dias não se encontra no Estado, ele segue cumprindo agenda administrativa em Brasília. No entanto, a UESPI segue em greve geral por tempo indeterminado.

Fonte: Capital Teresina


Veja também

PIAUÍ 2985774149633236010

Postar um comentário

Últimas Notícias

item