Mulheres piauienses fazem ato contra casos de estupro

TERESINA - Um grupo de mulheres piauienses realizou ato público contra a cultura do estupro e os crescentes casos de violência sexual em to...

TERESINA - Um grupo de mulheres piauienses realizou ato público contra a cultura do estupro e os crescentes casos de violência sexual em todo o país. O protesto que reuniu dezenas de pessoas lembrou mulheres vítimas de feminicídio, de estupro e ainda vítimas de LGBTfobia. A manifestação aconteceu às 16h deste sábado na Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina. 

Foto: reprodução/Facebook.
Maria do Céu, uma das participantes, comentou que o objetivo é lutar contra a chamada "cultura do estupro", que naturaliza a violência sexual e torna normal o uso de termos e imagens que objetificam a figura da mulher. 

"Começamos a conversar online, pelas redes sociais, mulheres de todo o Piauí. De Teresina, Bom Jesus, então decidimos fazer esse ato. E o que queremos é que nossas vozes sejam ouvidas, não vamos nos calar", declarou. 

O grupo levou cartazes e divulgou informações sobre violência sexual no Brasil. No país, uma mulher é violentada a cada 11 minutos. No Piauí, um estupro contra mulheres acontece a cada 19 horas. 

Recentemente, casos de estupro coletivo em Bom Jesus e no Rio de Janeiro - em que uma adolescente foi violentada por 30 homens - reacenderam o debate sobre o problema. 

Fonte: Cidade Verde 

Veja também

PIAUÍ 1309483208637757681

Postar um comentário

Últimas Notícias

item