Milho e soja lideram perdas na safra do Piauí

PIAUÍ - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o resultado da safra de grãos no primeiro semestre de 2016. No Pi...

PIAUÍ - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o resultado da safra de grãos no primeiro semestre de 2016. No Piauí, as maiores perdas foram registradas na produção de milho e de soja, uma tendência que acontece em todo o país. De acordo com a Companhai Nascional de Abastecimento (Conab), as perdas representam mais de 50% da safra no Piauí. Somente na soja, a perda passou a marca de 60%, enquanto o milho ultrapassou os 30%.

A estimativa para a safra de leguminosas, cereais e oleaginosas deste ano para todo o país é de 191 milhões de toneladas. Apesar do número parecer grande, ele é 8,4% menor do que o registrado no ano passado, algo em torno de 17 milhões de toneladas a menos. A esperança é que de no próximo a colheita seja mais positiva, com a previsão de um período chuvoso melhor.

De acordo com o superintendente da Conab no Piauí, Alysson Pêgo, o órgão já está se preparando para suprir as perdas. No mês passado foi feito leilão de remoção de 2 mil toneladas para a unidade de Teresina. O objetivo é garantir o atendimento até agosto dos clientes cadastrados no programa Venda em Balcão. Com isso, o milho deve chegar no momento certo aos beneficiados.

"São mais de 90 municípios atendidos por Teresina. O planejamento é aumentar a porta de recebimento desses grãos e a quantidade de milho a ser recebida, não só pela capital, mas também pelos outros municípios que têm armazém da Conab. Também estamos negociando com o governo a abertura de alguns polos para descentralizar e levar esses produtos para todas as cadeias da agricultura do nosso estado", falou.

Fonte: G1


Veja também

PIAUÍ 5970284375784654005

Postar um comentário

Últimas Notícias

item