Picoense Luis Carlos Cardoso é convocado para os Jogos Paralímpicos

A Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) oficializou a convocação do piauiense Luis Carlos Cardoso para os Jogos Paralímpicos do Rio de...

A Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) oficializou a convocação do piauiense Luis Carlos Cardoso para os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. A modalidade fará sua estreia no evento.

O paracanoísta Luís Carlos Cardoso. (Foto: Antonio Rocha)
Luís Carlos Cardoso foi convocado na categoria KL1. Ele disputava vaga com Fernando Fernandes, conhecido pela participação no reality show Big Brother Brasil.

Além do piauiense, foram convocados Debora Benivides (KL2 Feminino), Mari Santilli (KL3 Feminino), Fernando Rufino (KL2 Masculino) e Caio Ribeiro (KL3 Masculino). A lista da seleção brasileira foi anunciada na quinta-feira (14).

Nas redes sociais, o piauiense festejou a convocação. “Sete anos atrás quando a minha carreira foi interrompida pela paraplegia, acreditei que nunca mais viveria algo tão maravilhoso quanto a dança. Mas em seguida fui presenteado por Deus com esse esporte que me mostrou que eu era capaz de viver, o que muitos acreditavam ser impossível, se eu tivesse fé e focasse no meu alvo… Foi o que fiz! Hoje tenho prazer de anunciar a minha convocação para os Jogos Paralímpicos do Rio.”

O Jogos Paralímpicos serão abertos oficialmente no dia 7 de setembro. As competições de Paracanoagem acontecem nos dias 14 e 15. Todas as provas da modalidade serão de 200 metros.

Perfil
Luis Carlos Cardoso é tricampeão mundial na canoa e campeão mundial no caiaque. Os treinos focados em aprimorar as técnicas dentro da água são cada vez mais intensos e a vontade de alcançar um bom resultado para o Brasil é grande. “Meu técnico, Akos Angyal, e eu estamos completamente determinados. No Mundial de Paracanoagem conseguimos identificar pontos que ainda podem ser melhorados e estamos trabalhando nisso. Acredito no meu desempenho e estou bastante confiante”, comentou Cardoso.

Ex-dançarino e coreógrafo do cantor Frank Aguiar, o paratleta piauiense descobriu que tinha uma bactéria alojada na medula óssea, perdendo o movimento das pernas gradativamente. Nesta época ele se viu impedido de fazer o que tanto amava: dançar. Com o objetivo de dar a volta por cima, o piauiense se dedicou ao esporte e encontrou na paracanoagem a chance de se tornar revelação da modalidade.

Fonte: Folha Atual

Veja também

PICOS 2283537146802097488

Postar um comentário

Últimas Notícias

item