Terceirizados da UFPI denunciam novo atraso de salário e benefícios

PIAUÍ- Funcionários terceirizados da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) denuciaram que pela segunda vez este ano estão com salário, vale ...

PIAUÍ- Funcionários terceirizados da Universidade Federal do Piauí (Ufpi) denuciaram que pela segunda vez este ano estão com salário, vale transporte e ticket alimentação atrasados. Os trabalhadores são da empresa terceirizada Salmos Comércios e Serviços, que admitiu o problema.

Universidade Federal do Piauí UFPI (Foto: Fernando Brito/G1)
Segundo os trabalhadores, atualmente o salário do mês de junho está atrasado e os benefícios (vale transporte e ticket alimentação) de junho e julho também não foram pagos.

A Salmos disse que o problema existe porque a Ufpi não realizou o repasse das verbas para o pagamentos dos terceirizados. A universidade nega e afirma que a situação está regularizada e que vai tomar as medidas cabíveis com relação à empresa (confira a íntegra da nota no fim da matéria).

De acordo com uma funcionária terceirizada da instituição, que não quis ser identificada, os trabalhadores estão preocupados com a situação que já segue para o segundo mês de atraso. "Tenho amigas que estão desesperadas, pois elas têm aluguel, alimentação dos filhos e contas para pagar apenas com essa renda, e está tudo atrasado", disse a trabalhadora.

Em junho deste ano os funcionários já haviam realizado uma denúcia referente aos salários atrasados dos meses abril e maio. Na época, a empresa Salmos alegou que a Ufpi não estaria fazendo repasse para o pagamento da folha dos terceirizados. Em resposta, a universidade informou que estariam sendo tomadas todas as medidas administrativas e jurídicas em relação à empresa Salmos no que diz respeito as possíveis sanções previstas em contrato.

Ainda segundo a funcionária, após a denúncia, a Justiça autorizou a Ufpi a regularizar o pagamento dos valores atrasados, mas que novamente existe a demora no repasse. "Depois que fizemos a denúncia, a UFPI regularizou, mas apenas o pagamento dos atrados. Não sei qual o problema entre a empresa e a universidade, mas não deveria estar afetandos os funcionários, pois estamos fazendo nosso trabalho direito", afirma.

Nota da Ufpi (íntegra)
A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Pró-Reitoria de Administração (PRAD), informa que não há pendências, por parte da Instituição, para o pagamento do serviço de terceirizados, e que aguarda a apresentação dos documentos comprobatórios de serviços prestados pela empresa SALMOS. A PRAD está tomando as medidas cabíveis para sanar o descumprimento de cláusulas contratuais relativos ao pagamento de salários e demais pagamentos por parte da empresa.

Fonte: G1


Veja também

PIAUÍ 3239874449710052840

Postar um comentário

Últimas Notícias

item