GEV prepara Feijoada Solidária para levar jovens recuperados a congresso em São Paulo

PICOS - O GEV – Grupo Esperança Viva está realizando a Feijoada da Esperança, que será promovida no próximo domingo, dia 28, a partir das 0...

PICOS - O GEV – Grupo Esperança Viva está realizando a Feijoada da Esperança, que será promovida no próximo domingo, dia 28, a partir das 08:00, no antigo CRIC, onde atualmente funciona o CRER – Centro Recreativo Rural. A feijoada beneficente tem como objetivo ajudar jovens ex-dependentes químicos da Fazenda da Esperança em viagem Guaratinguetá-SP, onde acontecerá o Super Congresso ES de 17 a 20 de novembro.

Imagem: Divulgação
De acordo com o coordenador regional do GEV, Rômulo Braga Neiva, alguns recuperados da Fazenda da Esperança conseguiram comprar suas passagens para o congresso em São Paulo, mas outros não: “o custo das passagens está em média R$ 800,00, ida e volta, então alguns não puderam pagar e estamos organizando esse evento para que possamos levar o maior número de jovens recuperados. Esperamos levar pelo menos 20 recuperados. Com essa feijoada queremos sensibilizar as pessoas a ajudar”, disse.

Rômulo faz questão de ressaltar que o evento é aberto a toda a comunidade. Os ingressos custam R$ 15,00 por pessoa e podem ser adquiridos antecipadamente na Lanchonete Coisa Nossa, na Rua São Sebastião. Ele diz ainda que estão confirmadas atrações musicais, banho de piscina e partida de futebol com o time Futebol da Esperança, além de brinquedos à disposição das crianças.

“O diferencial deste evento é que não serão comercializadas bebidas alcoólicas, uma vez que os grupos organizadores trabalham com a questão da dependência química, mas teremos outras alternativas. Comprando o ingresso, automaticamente a pessoa tem direito a saborear uma deliciosa feijoada, comer feijoada à vontade. Além disso, vamos realizar sorteios de brindes entre os presentes. Contamos com a participação de todos nesse dia de lazer em prol dessa viagem que vamos fazer em novembro”, explicou Rômulo.

Atualmente a Fazenda da Esperança está com a sua capacidade máxima de recuperandos, sendo 17 ao todo, quando o limite seria de 16. A partir de setembro serão iniciadas campanhas para a construção de uma nova casa para receber mais pessoas que buscam se livrar dos vícios químicos. 

Fonte: Folha Atual


Veja também

PICOS 108201929506976315

Postar um comentário

Últimas Notícias

item