Instituto Chico Mendes confirma fechamento do Parque Serra da Capivara

PIAUÍ - O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o Parque Serra da Capivara afirma reconhecer...


PIAUÍ - O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o Parque Serra da Capivara afirma reconhecer a importância estratégica da parceria com a Fundação Museu do Homem Americano(Fundham) na gestão do parque e diz ter interesse na manutenção da cooperação histórica, mas o parque fechará as portas a partir desta quarta-feira(17).

Em nota, o ICMBio ainda afirmou que existem R$ 969 mil para o parque, porém o recurso foi bloqueado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O instituto afirma que o repasse será feito e a situação resolvida assim que essa pendência seja sanada.

A informação de fechamento do parque foi dada na última terça-feira (16), pela pesquisadora Nièden Guidon, que comunicou à UNESCO que deixará a presidência da Fundação Museu do Homem Americano, no Parque Nacional da Serra da Capivara, em São Raimundo Nonato. Com mais de 130 mil hectares abrangendo quatro municípios no interior do Estado e com verbas bloqueadas pela falta da renovação da parceria com o ICMBio, a Fundham, que já tinha demitido 90% de sua equipe, ordenou a retirada dos últimos funcionários do parque.

Mesmo com as portas fechadas, o Parque Serra da Capivara deverá fazer parte do espetáculo de encerramento das Olimpíadas Rio 2016. A informação foi confirmada pela carnavalesca Rosa Magalhães, diretora do espetáculo.

Confira a nota do ICMBio

Sobre notícias veiculadas a respeito do Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autarquia do Ministério do Meio Ambiente (MMA), responsável pela gestão das unidades de conservação (UCs) federais, esclarece-se que:

1 – O órgão reconhece a importância estratégica da parceria com a Fundação Museu do Homem Americano (Fundham) na gestão do parque e tem total interesse na manutenção da cooperação histórica. Em que pese os esforços impetrados para a renovação da parceria, os recursos na ordem de R$ 969 mil, oriundos de compensação ambiental e destinados à renovação da parceira, estão bloqueados na Caixa Econômica Federal por decisão de acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU).

2 – Logo que essa pendência venha a ser resolvida, o repasse dos recursos será feito. Enquanto isso, o ICMBio buscará garantir as condições de funcionamento da unidade de conservação.

A direção do ICMBio


Portal AZ

Veja também

PIAUÍ 514854674405427480

Postar um comentário

Últimas Notícias

item