Acusado de assassinar animais vai a julgamento nesta quarta (14)

PICOS - O caso de maus tratos de cães registrado no Povoado Cristovinho, zona rural de Picos, em que cinco animais foram executados a tiros...

PICOS - O caso de maus tratos de cães registrado no Povoado Cristovinho, zona rural de Picos, em que cinco animais foram executados a tiros, foi reaberto. Após ter sido julgado e autuado a pagar a multa de R$ 2.397,50, o acusado do crime passará por novo julgamento. A terceira sessão do julgamento acontecerá nesta quarta-feira, 14, a partir de 9h00, no auditório do Centro Administrativo.

A assessoria da Secretaria de Meio Ambiente (SEMAM) informou que a decisão foi tomada pelos membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Picos (COMAM) após o acusado apresentar documentos e medicamentos atestando sofrer de problemas psiquiátricos.

Reunião do  Conselho Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Picos - FOTO: ASCOM;



PICOS- Ainda de acordo com as informações fornecidas pela assessoria, na última sessão de julgamento, ocorrida no dia 29 de junho deste ano, o acusado pela autoria do massacre dos animais não compareceu. No entanto, após a decisão tomada, o mesmo se apresentou no dia 10 de agosto durante uma das reuniões de comando da SEMAM, e justificou a ausência solicitando que o processo fosse reaberto.

A execução dos cinco cães ocorreu em 2015. O fato chocou os moradores do Povoado Cristovinho que denunciaram o caso.

Multa

Durante a sessão, os membros do conselho decidiram por 3x1 pela condenação parcial do acusado que teria de pagar 50% da multa, que havia sido estipulada em R$ 4.795,00, totalizando a quantia de R$ 2.397,50.

A multa seria revertida em 20% para a associação dos Amigos Protetores dos Animais de Picos (APAPI) e os 30% permaneceriam no fundo da SEMAM. Os outros recursos seriam destinados para o município.



Veja também

PICOS 3728306336396199578

Postar um comentário

Últimas Notícias

item