Piauí alcança meta do IDEB no Ensino Médio

EDUCAÇÃO- O Piauí atingiu a meta no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em relação ao ensino médio nas escolas públicas d...


EDUCAÇÃO- O Piauí atingiu a meta no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) em relação ao ensino médio nas escolas públicas da rede estadual, referente ao ano de 2015. O Estado alcançou a média de 3,2, índice estimado pelo MEC para aquele ano. Além do Piauí, apenas 3 estados alcançaram a meta no ensino médio nas escolas públicas: Pernambuco, Amazonas e Goiás.



Os dados foram divulgados  nesta quinta-feira (8) pelo Ministério da Educação, através do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Com o resultado, o Piauí manteve a décima oitava colocação entre as redes estaduais de ensino médio entre todas as unidades da federação. A secretária da Educação, Rejane Dias, considera a elevação bastante positiva, tendo em vista as dificuldades enfrentadas pelos estudantes nestes dois anos.



"Passamos o ano de 2015, quando iniciou nossa gestão, num processo de reparação estrutural, de retomada dos repasses de custeio e implementação de projetos que tem como foco a melhoria dos índices educacionais. Ações que certamente darão resultados melhores nos próximos levantamentos", comentou a secretária.

No ensino fundamental até o 5º ano, as escolas da rede pública estadual superaram a meta no Ideb. A média ficou em 4,6, bem acima dos 3,9 estimados para 2015. Já em relação ao 9º ano, o resultado obtido foi de 3,8, meta estabelecida pelo ministério para aquele ano.

Quando os dados englobam as redes estadual, municipal e privada, apenas na fase inicial do ensino fundamental (até o 5º ano), o Piauí conseguiu bater a meta.  O Estado alcançou o índice de 4,9, superando a meta prevista de 4,2.

Em relação ao 9º ano, faltou pouco para a meta também ser superada. O Piauí registrou o índice de 4,2, enquanto o previsto era de 4,3. É o primeiro crescimento após dois anos de estagnação nessa faixa escolar. Em 2011 e 2013 a média ficou em 4,0.



O pior desempenho geral no Ideb no Piauí ficou com o ensino médio. Com meta prevista para 2015 de 3,8, o Estado alcançou 3,4. Apesar disso, houve crescimento nos anos anteriores. Em 2011 o índice foi de 3,2, já em 2013 subiu para 3,3.

O Ideb foi criado pelo Inep em 2007, em uma escala de zero a dez. Sintetiza dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: aprovação e média de desempenho dos estudantes em língua portuguesa e matemática. O indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb e a Prova Brasil.

A série histórica de resultados do Ideb se inicia em 2005, a partir de onde foram estabelecidas metas bienais de qualidade a serem atingidas não apenas pelo País, mas também por escolas, municípios e unidades da Federação. 

Teresina supera metas

A capital do Piauí conseguiu média de 6,1 no Ideb no ensino fundamental até o 5º ano. A meta prevista para 2015 era de 2,6. O indíce satisfatório tambem foi atingido pelos estudantes do 9º ano, que tiveram média de 5,2, quando a meta prevista era de 5,1.

Escolas privadas

As escolas privadas do Piauí bateram a meta do Ideb apenas na fase inicial do ensino fundamental. A média estabelecida para 2015 era de 6,6, justamente o indíce obtido. Já para o 9º ano, a média ficou em 6,0, enquanto a meta prevista era de 6,4. No ensino médio o desempenho foi ainda mais baixo: 5,1, sendo 6,2 a meta estabelecida pelo MEC.

FONTE: Cidade Verde


Veja também

PIAUÍ 3782250532860596697

Postar um comentário

Últimas Notícias

item