Sem pistas, policia tem dificuldades de encontrar autor de chacina no Piauí

FRANCISCO SANTOS - Há três dias, uma chacina abalou a pequena cidade de Francisco Santos, distante 352 km de Teresina. Quatro membros de ...


FRANCISCO SANTOS - Há três dias, uma chacina abalou a pequena cidade de Francisco Santos, distante 352 km de Teresina. Quatro membros de uma mesma família foram executados dentro de casa, todos com tiros na cabeça. A Polícia segue investigando, mas o caso evolui com dificuldade por conta da falta de evidências e do período eleitoral.

(Foto: Antonio Rocha)
O delegado Divanilson é o responsável pela investigação. Ele comenta que o crime demandará tempo para ser elucidado, dada a complexidade da situação. “Com as Eleições, temos o efetivo de investigadores reduzido, e isso pode fazer demorar um pouco mais”, explica. O delegado acrescenta que um caso como esse necessita de mais policiais e investigadores, por conta da quantidade de vítimas.

Um dos elementos que dificulta a investigação, segundo o delegado Divanilson, é o local onde a chacina ocorreu. “Por ser um local distante e isolado, a presença de testemunhas é reduzida. Também não podemos contar com câmeras de segurança ou outro tipo de registro”, comenta o delegado. 

Saiba mais:
Quatro pessoas de mesma família são assassinadas a tiros 
As características do crime deixam claro que se trata de uma execução. O delegado Divanilson ainda comentou que a frieza dos assassinatos e o número de vítimas geraram grande repercussão para o caso. “Por terem sido quatro pessoas, o caso gera muita comoção popular. Mas esperamos elucidar esse crime com o tempo”, disse.

Entenda o caso

Maria Teresa Ferreira Filha da Silva, 50 anos, mãe de Fernando Collor da Silva, 27 anos, e Francivaldo Antônio da Silva, de 24 anos, e o sobrinho de Maria Teresa, Anildo Polinário da Silva, também de 24 anos, foram executados durante a noite do último dia 22. Cada um foi morto com um tiro na cabeça, com exceção de Anildo, que foi alvejado por vários disparos. 

A suspeita é que se trata de um crime de execução, em que Anildo, que havia chegado à cidade havia pouco tempo, seria o alvo. Maria Teresa e os dois filhos teriam sido mortos apenas para que o crime não tivesse testemunhas.

Os tiros foram ouvidos por vizinhos por volta das 20h, mas as vítimas só foram descobertas às 22h, quando o marido de Maria Teresa, que estava num comício, chegou em casa.

Fonte: O Dia

Veja também

PIAUÍ 1195910390714368836

Postar um comentário

Últimas Notícias

item