Piauiense é espancada após ser confundida com mulher de traficante em SP

PIAUÍ - A piauiense Jezabel Pessanha, 28 anos, viveu momentos de terror depois de ser sequestrada e espancada por bandidos, durante 14 ho...


PIAUÍ - A piauiense Jezabel Pessanha, 28 anos, viveu momentos de terror depois de ser sequestrada e espancada por bandidos, durante 14 horas, na cidade de São Paulo-SP, onde reside atualmente. Ela afirma que foi confundida com a esposa de um rival dos sequestradores. “Eu achava que minha família iria achar os meus pedaços por aí, ou nem saber mais de notícias”, disse.

Conforme relatos da vítima, no Facebook, o fato ocorreu no último dia 2 de novembro, por volta das 22h, após ela descer de um Uber na porta de sua residência. Jezabel revelou que um policial militar fazia parte do bando, composto por quatro indivíduos que andavam num carro modelo Corsa Wind, cor verde. 

"Me arrastaram para dentro da favela do Jardim Ibirapuera onde fiquei trancada, levando socos e chutes, me arrebentaram toda. Fui solta na quinta-feira, às 15 horas, após os polícias e o dono da biqueira (cativeiro) terem a certeza de que não era eu a menina que eles queriam sequestrar, pois ela era ruiva e ex-mulher de um traficante", descreveu.

A vítima relatou ainda que evitou registrar Boletim de Ocorrência (B.O) por temer perseguição por parte da polícia local. "Não posso nem fazer um B.O porque ameaçaram de matar toda minha família, e os policias da região coagem (SIC) com toda bandidagem. Infelizmente esse é o Brasil. Não sai da minha cabeça, saber que policiais fazem parte de toda essa corja nojenta", desabafou.

O Portal ODia tentou contato com Jezabel Pessanha, via telefone, mas até o fechamento desta publicação não houve retorno para maiores esclarecimentos. 


Fonte: Portal ODia


Veja também

PIAUÍ 6800355225428108672

Postar um comentário

Últimas Notícias

item