Dia do Fotógrafo: Wilson Costa fala sobre a arte de eternizar momentos

  PICOS – Hoje, 8 de janeiro, é comemorado o Dia Nacional do Fotógrafo. Para falar sobre a carreira e os desafios desta profissão, o ...


 

PICOS – Hoje, 8 de janeiro, é comemorado o Dia Nacional do Fotógrafo. Para falar sobre a carreira e os desafios desta profissão, o CANABRAVA NEWS conversou com Fotógrafo, Músico e Professor, Wilson Costa.

Natural da cidade de Picos, há 17 anos Wilson trabalha com artes. O jovem iniciou a careira como músico e logo se identificou também com a fotografia.

“Iniciei na música como músico de eventos de formatura e casamentos e aos poucos escolhi também a fotografia por me identificar com o universo da eternização de momentos e me encontro realizado com a opção que fiz e que me faz ter força e entusiasmo para realizar um bom trabalho”, disse.


Casado com Cláudia, que também é fotógrafa, em 2008 o fotógrafo criou o primeiro estúdio na cidade de Bocaina, intitulado L&C IMAGEM, uma homenagem a esposa e as filhas, Lais e Luna.

Em 2016, ao se mudar para a cidade de Picos, Wilson iniciou uma nova trajetória e hoje, assina os seus trabalhos com o nome Studio2. Além da esposa, Wilson conta com a ajuda de outros fotógrafos nas coberturas.

“A nossa equipe fixa é formada por mim e por minha esposa Cláudia Leal, contamos ocasionalmente com a ajuda de alguns fotógrafos freelances em alguns trabalhos quando se faz necessário”, relatou.

Para o profissional, a fotografia exalta a lembrança de bons e únicos momentos vividos por cada um de nós na visão de uma pessoa que assiste a cena.

“O fotografado é como um ator que após a gravação do seu filme, curioso para ver a sua performance, senta na cadeira do cinema para assisti-lo”, acrescenta.

 

Sobre a arte de fotografar, Wilson acrescenta ainda que o fotógrafo tem a responsabilidade de interpretar e introduzir imagens e compara a atividade com a de um pintor.  

“O fotógrafo tem a responsabilidade de traduzir em uma imagem toda a história de um momento, com a sua interpretação poética, como um pintor usando toda a sua criatividade ao desenhar o quadro”, disse.

Apaixonado pela fotografia, Wilson revela que cada evento tem um significado especial.


“Cada evento é uma história que guardo no coração. Não há nada que pague poder testemunhar cada sorriso, lágrima, desabafo, gestos e todo o sentimento envolvido”, disse.


  






Fotos: Arquivo pessoal

Adsense aqui 21 maio

Veja também

ENTREVISTA 4866436026231361521

Postar um comentário

Últimas Notícias

Arquivo

item