Condenado por tráfico é morto após deixar presídio

(Foto: Jesika Mayara/Picos 40 Graus) PICOS - Por volta das 14 horas, desta quarta-feira (28), Francisco José da Silva, foi morto a t...



(Foto: Jesika Mayara/Picos 40 Graus)
PICOS - Por volta das 14 horas, desta quarta-feira (28), Francisco José da Silva, foi morto a tiros na Rua São Jorge, que acesso ao Bairro Aerolândia, em Picos (PI). Bió, como era conhecido, subia a ladeira a pé quando foi alvejado.

As informações preliminares apontam que o assassinato foi praticado por dois suspeitos não identificados que fugiram de motocicleta.

Segundo o músico Francisco José do Nascimento, genro da vítima, “Biô” cumpria pena por tráfico de drogas na Penitenciária “Major Cesar”, em Teresina, e havia sido beneficiado pelo Indulto de Pascoa.

A Polícia Militar está no local e isolou a área para que o trabalho da perícia criminal seja realizado.



Homicida


Bio já foi preso em 2013 por tráfico de drogas, além disso, ele já cumpriu pena por outros crimes. Ele foi acusado de assassinato na cidade de Arcoverde, estado do Pernambuco e de outro homicídio em Picos.

Na madrugada de 10 de outubro de 1999, em uma boate que à época funcionava próximo ao Hospital Regional Justino Luz, Biô teria matado Jomásio dos Santos Barros, com três tiros de revólver calibre 38. Jomásio era filho do médico e ex-prefeito de Bocaina, José Luís de Barros, que faleceu em 2016.

Após praticar o crime Biô fugiu para São Paulo e foi preso mais de um ano depois. Mesmo alegando legítima defesa, ele foi submetido a julgamento pelo Tribunal Popular do Júri da Comarca de Picos em abril de 2001 e condenado a 13 anos e seis meses de reclusão. Depois de cumprir mais de seis anos da pena, foi submetido a novo julgamento pelo Júri Popular e acabou absolvido.

Adsense aqui 21 maio

Veja também

PICOS 8992807524822503759

Postar um comentário

Últimas Notícias

Parceiros

Arquivo

item