Planta comum no Piauí tem proteína que combate o Câncer



Um estudo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) revelou um potencial de uma proteína chamada EcTI.

A EcTI é uma proteína que atua na inibição da Tripsina e é extraída das sementes do Tamboril, uma árvore muito comum nos ambientes de floresta semidecidual como os que ocorrem aqui no Piauí, no Maranhão e no Pará. A planta está presente em muitas áreas de preservação de Teresina, como parques e praças.


Conhecida cientificamente como Enterolobium contortisiliquum, o Tamboril pertence à família das Fabaceae, sendo considerada uma árvore de grande porte.


Apresenta como fruto um síliqua que lembra uma orelha, por isso também é chamada, popularmente, de orelha-de-macaco.

A Dra. Maria Luiza Vilela Oliva, líder da pesquisa, apresentou no início deste mês na Bélgica os resultados promissores da EcTI especialmente contra o Câncer de Mama Triplo Negativo e também contra tumores cancerosos no Estômago e na pele (Melanoma). Este tipo de câncer de mama é um dos mais violentos, especialmente no que se refere à possibilidade de determinar a ocorrência de metástases. Tem como características apresentar-se negativo aos três principais tipos de biomarcadores usados no diagnóstico do câncer de mama (receptor de estrógeno, receptor de progesterona e proteína HER-2). A proteína descoberta (EcTI) tem a propriedade de impedir exatamente a metástase.

Além da atividade antitumoral descoberta, a proteína atua ainda como anti-inflamatória, antimicrobiana e antitrombótica, tendo seu uso sido patenteado contra trombose arterial e venosa. A natureza tem seus encantos. Precisamos apenas saber descobri-los e tirar proveito para nossas vidas.

Fonte: Cidade Verde
Planta comum no Piauí tem proteína que combate o Câncer Planta comum no Piauí tem proteína que combate o Câncer Reviewed by Antonio Rocha on 15.10.18 Rating: 5

Nenhum comentário

Feat