Policial militar é morto com tiro no peito ao reagir a assalto


Um policial militar identificado como Gilson Luiz de Araújo, 32 anos de idade, fo morto com um tio na noite dessa quarta-feira (31), após reagir a um assalto no loteamento Conviver, bairro Nova Corrente.

(PM Gilson (Foto: Divulgação/PMPI)
De acordo com informações do Major Hortêncio, Comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar de Corrente, o soldado estava próximo à uma praça do loteamento quando dois suspeitos chegaram anunciando o assalto.

"Ele tentou reagir e levou um tiro no peito, que acabou pegando também parte da mão esquerda. Nós recebemos a informação no COPOM e nos dirigimos imediatamente para o local e quando chegamos lá ele ainda estava com vida. Nós o levamos para o hospital, mas já não foi possível salva-lo", relatou.

Os acusados Mikael Marques Silva 26 anos e V. M. de 16 anos foram capturados. "Nós nos dirigimos ao local e conseguimos cercar a casa, prendemos o elemento e encontramos a arma do crime. Acuado, o sujeito acabou não só confessando, mas também identificando o seu comparsa, conhecido como Maicon, morador do bairro Vila Nova. Igualmente fizemos o cerco à casa e prendemos o elemento e os trouxemos para a delegacia para que fossem autuados em flagrante por latrocínio", disse o policial.

O delegado Saulo Yure de Oliveira, que acompanhou o médico perito, informou que o PM foi atingido na altura do peito, o que o deixou com várias perfurações. A mão esquerda ficou dilacerada e a mão direita também tinha vestígios do tiro.

Gilson Luiz de Araújo era casado e tinha dois filhos pequenos. Natural da Bahia, ele passou no concurso da Polícia Militar do Estado do Piauí e assumiu no ano de 2015, quando se mudou para Corrente.

O corpo permanecerá no 7º Batalhão de Polícia Militar de Corrente até a manhã desta quinta-feira (01), de onde será escoltado para o município de Ibititá, estado da Bahia, para sepultamento.

Fonte: Portal Corrente
Policial militar é morto com tiro no peito ao reagir a assalto Policial militar é morto com tiro no peito ao reagir a assalto Reviewed by Antonio Rocha on 1.11.18 Rating: 5

Nenhum comentário

Feat