PM da reserva vai receber até R$ 2.500 para voltar a trabalhar

No próximo mês, o governo do estado vai encaminhar um projeto de lei para conceder gratificações que variam de R$ 1.400 até R$ R$ 2.500 para policiais militares da reserva (aposentados) que querem voltar ao trabalho.

A Polícia Militar tem déficit de homens, principalmente com as vagas deixadas pelos que entram na reserva. Uma média de 500 oficiais deixam a PM por ano, devido a aposentadoria. No dia da posse, o governador Wellington Dias (PT) confirmou que enviará para Assembleia Legislativa um projeto para convocar 500 policiais da reserva para voltarem à ativa.

Segundo o comandante Lindomar Castilho, a gratificação será de R$1.400 para soldado e R$ 2.500 dependendo da titulação.

Entre as exigências está da idade menor de 65 anos, não responder nenhum processo e passar por uma junta médica.

“É preciso que o policial se apresente voluntariamente e passe por critérios. Iremos nomear uma comissão que irá fazer o cadastro e ficará responsável pela seleção”, disse coronel Lindomar Castilho.

No projeto, o governo pedirá que os órgãos públicos que precisarem de policiais para guarda de patrimônios terão que arcar com as gratificações de retorno.

Concurso para 2019

O comandante confirmou que solicitou em outubro do ano passado que o governo autorize um concurso público para a contratação de 500 policiais.

Lindomar Castilho informou que o governo não deu resposta, mas que estuda a possibilidade de um novo concurso, desde que não exceda a Lei de Responsabilidade Fiscal.



Por Yala Sena
Cidadeverde.com
PM da reserva vai receber até R$ 2.500 para voltar a trabalhar PM da reserva vai receber até R$ 2.500 para voltar a trabalhar Reviewed by Antonio Rocha on 15.1.19 Rating: 5

Nenhum comentário

Feat