Primeiro dia do ano foi marcado por orações. (Foto: Adailson Carvalho)
Na manhã desta quarta-feira, 01, moradores do bairro Pé do Morro, Vila Brejo e centro se reuniram para dar continuidade a uma tradição que já tem mais de 100 aos. A comunidade acordou cedinho para rezar o Terço no Morro da Cruz, que fica no bairro Pé do Morro, São João da Canabrava.

O momento de oração também contou com a presença de canabravenses que atualmente residem no estado de São Paulo. Como é caso de Francisquinha, o esposo Neném e os filhos Fátima e Flávio, que estão visitando a cidade. 

Segundo Agostinho Veloso, a tradição teve início com a sua avó, Margarida Maria do Carmo, e é realiza a mais de um século. Margarida era casada com Joaquim Veloso, com quem teve 12 filhos. O casal residiu no bairro Pé do Morro.

Augustinho Veloso neto de Margaria Maria do Carmo, idealizadora do Terço. 
Agostinho lembra que a devoção da avó passou para os filhos e os netos.

“Após a morte de minha avó, essa devoção ficou para filhos e netos e eu como neto estou cumprindo essa obrigação, todos os anos eu subo para rezar o Santo Terço para a Divina Santa Cruz. E rogar a Deus para que sejamos abençoados e que nos defenda dos inimigos” pontuou.

Quem também participou do Terço foi o técnico em enfermagem, Hercílio Bernardes. Ele lembra a importância da oração para o fortalecimento da fé.

“É muito importante mostrar a fé que temos em nosso Pai celestial, o primeiro dia do ano estarmos aqui rezando esse terço é algo muito gratificante, e também revivendo uma tradição dos mais velhos que passaram aqui neste morro e deixaram essa devoção” disse.

Hercílio Bernardes acordou cedo para participar do Terço. (Foto: Adailson Carvalho. 


Após o Terço os presentes desejaram um ao outro um Feliz 2020 e um ano de realizações e conquistas.






















Fotos: Adailson Carvalho

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem