Piauí desenvolve respirador mecânico de baixo custo

Foto: reprodução

Pesquisadores no Piauí desenvolveram um respirador mecânico de baixo custo que pode auxiliar no tratamento de pacientes com a covid-19. O pesquisador Gildário Lima, da Universidade Federal do Delta do Parnaíba (UFDPAR), explica que o ventilador terá custo de produção de aproximadamente R$ 6 mil enquanto equipamentos industriais são vendidos a partir de R$ 50 mil.

“Esse ventilador parte de princípios coerentes, apresenta estabilidade, resistência e está pronto para ser submetido aos testes de liberação e fabricação”, explica o pesquisador.


O respirador pode ser usado em crianças e adultos, inclusive, em pacientes com sobrepeso. O ventilador tem outras vantagens como sensores de fluxo, pressão, saturação de oxigênio, além de possuir integração com telemedicina, inteligência artificial e contar com perfis para ventilação assistida e controlada.

Com a estabilização, o protótipo segue para a fase de aperfeiçoamento, documentação e aprovação na Anvisa.

A startup de Robótica TRON, com o apoio da UFDPar, UFPI, SESC PI, SESC MG e FIEPI, pretende fabricar 1 mil respiradores para doação com apoio de parceiros e investidores, entre esses o Governo do Estado do Piauí. O projeto terá documentação aberta para fins filantrópicos.



Por Graciane Sousa
Cidadeverde.com
Piauí desenvolve respirador mecânico de baixo custo Piauí desenvolve respirador mecânico de baixo custo Reviewed by Antonio Rocha on 28.4.20 Rating: 5

Nenhum comentário

Feat