Foto: Reprodução
Equipes de Picos e do Governo do Piauí fizeram uma visita técnica às instalações do Hospital Regional Justino Luz (HRJL) e do Centro Integrado em Especialidades Médicas (CIEM) para falar da estruturação da saúde no enfrentamento ao coronavírus. A visita aconteceu na tarde desta segunda-feira (20) e foi especificamente nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), e nos novos leitos que estão sendo montados para receber pacientes da Covid-19.

A Prefeitura de Picos, juntamente com a Fundação Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh), a Secretaria Estadual de Saúde e Governo do Estado, estão trabalhando coletivamente com o objetivo de estruturar a saúde do município para atender pacientes da Covid-19.

“No Hospital Regional constatamos a construção para mais novos 40 leitos, a chegada de mais 10 UTIs e também uma boa quantidade de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Em seguida viemos até o CIEM, onde estamos adaptando nosso espaço para que aqui seja a porta de entrada desses pacientes”, disse o Prefeito de Picos, Pe. Walmir Lima.

“Posterior as duas instalações estarem preparadas para atender a todos os pacientes de Covid-19, nós lançaremos um protocolo único para definir qual paciente deve procurar o CIEM e qual paciente deve procurar o HRJL”, destaca o Presidente da Fepiserh, Dr. Pablo Santos.

“Nós vamos sair da rotina de atendimentos ambulatoriais e vamos passar a atender pacientes com síndromes respiratórias, e não só de Picos, mas toda a região será atendida”, disse a diretora do CIEM, Maria Santana.

O CIEM vai funcionar 24 horas, atendendo com dois médicos plantonistas, equipe de enfermagem, realização de testes rápidos, administração de algumas medicações, ambulância equipada com aparelhos de UTI e quatro camas hospitalares. de repouso.

O CIEM está passando por uma estruturação para os critérios exigidos pelo Ministério de Saúde para atender os pacientes portadores do coronavírus.

Na visita de hoje já foi possível observar mudanças no espaço, como divisórias para entrada e saída das pessoas; os locais de espera estão sendo readaptados para obrigar o distanciamento de um metro entre os usuários; os vestuários e banheiros estão sendo adaptados para os profissionais de saúde; espaços para observação de pacientes; vidro de proteção na recepção para proteger os profissionais.

Além disso, há um protocolo de entrada e saída dos pacientes e dos profissionais de saúde. A entrada para pacientes da Covid-19 será pela frente, já os profissionais de saúde usarão as entradas laterais do CIEM.

Fonte: Cidade Verde

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem