A suposta realização de eventos que geram aglomerações tem sido uma das grandes preocupações da Vigilância Sanitária de São João da Canabrava. Com efetivo reduzido, o órgão até tem se esforçado, porém não está conseguindo evitar que as chamadas “festas clandestinas” se tornem cada vez mais frequentes no municipio.

Vigilância Sanitária vem intensificando fiscalizações. Foto: Ascom
Segundo fontes ouvidas pelo Canabrava News, na maioria dos casos as aglomerações acontecem aos finais de semana em roças e chácaras na zona rural. No municipio, por decreto, esse tipo de evento está proibido. 

A preocupação da Vigilância Sanitária se justifica por causa da propagação do novo coronavírus no municipio. Com o avanço da Covid-19 para o interior piauiense o risco do aumento de casos se torna cada vez maior. Hoje o municipio soma 10 casos confirmados de Covid-19.  

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Maykiane Abreu, a pasta tem reforçado as ações de prevenção a propagação do vírus, porém revela que tem sido difícil conscientizar parte da população que ainda não é o momento para que eventos que geram aglomerações e consequentemente reduzam o distanciamento social sejam realizados.

Barreira Sanitária realizada no Bairro Aparecida. Foto: Ascom


“A nossa equipe tem trabalhado de forma incansável para barrar o avanço da Covid-19, temos realizado inúmeras ações, desde barreiras sanitárias a fiscalizações no comércio com o objetivo de orientar a população, a nossa parte estamos fazendo, agora precisamos contar com o apoio da população para vencer a pandemia, e nesse sentido evitar aglomerações se torna uma medida eficaz  segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS”, acrescentou Maykiane.

No último domingo, 05, segundo a agência In Loco, o município teve uma taxa de isolamento social de 63,50%, o segundo melhor índice alcançado no Piaui, contudo, segundo fontes, esse numero poderia ter sido ainda melhor, se as festas clandestinas não tivesse acontecido.

“A gente entende que não é fácil seguir as normas, mas reforçamos o pedido para que sejamos um pouco mais pacientes e saibamos esperar para que o número de pessoas infectadas pela Covid não aumente aqui na nossa cidade”, finalizou Maykiane.   


Prevenção, contágio e sintomas

Lavar as mãos de forma correta, uso de álcool em gel, sempre usar máscara, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença. 

Foto: Reprodução

É importante também ficar atento quanto aos principais sintomas (tosse seca, congestão nasal, dores no corpo, diarreia, inflamação na garganta e, nos casos mais graves, febre acima de 37° C e dificuldade para respirar).


CURTA A NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK 

SIGA O CN1 NO INSTAGRAM


Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem