Idosos ficarão 14 dias no CTD. Foto: Divulgação

Na tarde deste domingo, 02, 17 idosos do Abrigo Joaquim Monteiro de Carvalho que testaram positivo para o novo coronavírus e estavam internados na enfermaria do Hospital Regional Justino Luz foram transferidos para o Centro de Treinamento Diocesano – CTD de Picos onde vão ficar 14 dias para cumprir o isolamento domiciliar.

A informação foi confirmada ao CN1 pela Coordenadora de Vigilância Sanitária de Picos, Dra. Lúcia Neiva. 

Segundo a Direção da instituição, a maioria dos idosos não apresentou os sintomas da Covid-19 e estavam no Justino Luz para se manterem isolados do restante do grupo, que permanece no abrigo.

Segundo o Presidente do Abrigo, Gabriel Albano, o primeiro caso da doença no Abrigo foi diagnosticado dia 21 de julho, quando uma idosa testou positivo para a doença e então foi feita a testagem de todos os idosos e funcionários do abrigo.

O diretor ressaltou que não foi possível identificar onde começou a infecção e que somente funcionários e fornecedores estão permitidos de entrar no abrigo, onde as visitas estão suspensas desde o início da pandemia.

Como medida de prevenção, serão feitas duas vezes por semana uma sanitização no abrigo, que atualmente tem 40 idosos.

A instituição é sem fins lucrativos e sobrevive da aposentadoria dos idosos e de doações. A prefeitura de Picos cedeu três profissionais para a instituição, mas de acordo com Gabriel Albano, dois pediram afastamento. O Estado contribui com o fornecimento de energia e o 3º Batalhão de Engenharia e Construção – 3º fornece a água. Ao todo o abrigo tem 18 funcionários fixos e 4 prestadores de serviços.

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem