Por meio da literatura tradicional no Nordeste, estudantes relataram a ausência das aulas presenciais por causa da Covid-19. 

Professora e alunos criam cordel relatando dificuldades na educação durante pandemia — Foto: Arquivo Pessoal Lecy Ramos

A professora Lecy Ramos e alunos da Unidade Escolar Dom Joaquim Rufino do Rêgo, localizada na cidade de Ipiranga do Piauí, a 264 km de Teresina, produziram um cordel para expressar as dificuldades enfrentadas durante a pandemia da Covid-19. Os poemas foram produzidos por alunos de três turmas do primeiro ano do ensino médio, que participaram de casa enviando versos pela internet.

Além de trazer o relato da rotina e dos desafios enfrentados pelos alunos durante as aulas à distância, o cordel também faz uma homenagem aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus.

A Covid-19
Chegou em todo lugar
Até aqui
Em Ipiranga do Piauí
Terra do doce, cana, buriti e pequi

O mundo todo parou,
Cada porta se fechou
Cada um ficava onde estava
Todos trancados em casa

Nem preciso lembrar
Que é preciso se cuidar
Deixar tudo bem limpinho
Usar muito água e sabão
Mas cuidado!
Com o coração

Os profissionais da saúde
Foram os mais afetados
Até suas vidas arriscaram
Para dos contaminados cuidar
Eles são força e dedicação

Dedicam amor e muita atenção
"Anjos" que desceram
Do céu
Para Salvar os irmãos

De acordo com a professora Lecy Ramos, o projeto incentivou alunos que antes não estavam fazendo as atividades e aproximou os que não têm acesso à internet por meio de atividades impressas.


Professora e alunos criam cordel relatando dificuldades durante pandemia — Foto: Arquivo Pessoal Lecy Ramos

"A pandemia desestabilizou a vida de todo mundo e com os estudantes não foi diferente, pois eles tiveram que enfrentar até mais dificuldades que os outros com o isolamento social, a crise financeira e o medo", disse a educadora.

"Os alunos tiveram seus sonhos adiados e as suas rotinas alteradas e com tudo isso as aulas remotas se tornaram um desafio. Mesmo com o apelo para ficarem próximos, o desânimo tomou conta e essa foi uma alternativa para tentar aproximar mais", explicou a professora.

No projeto, os alunos puderam compartilhar suas experiências durante a pandemia em versos. O estudante Cristiano de Oliveira (vídeo acima) foi um dos participantes.

Ele conta que os primeiros meses, no início da pandemia, foram os mais difíceis, pois a distância até a escola e a falta de acesso à internet dificultavam o aprendizado.

“Como moro no interior, a 16km da escola, foi muito difícil, pois não tinha acesso à internet em casa e parar ir buscar atividades escritas na escola era complicado pela distância. A professora propôs fazer um cordel em relação a essa experiência. Achei uma ótima ideia e fiz”, relatou.

A professora disse que essa tem sido a maior dificuldade enfrentada pelos alunos para estudar durante a pandemia e que quando estavam produzindo o cordel isso não foi diferente.

"A dificuldade de comunicação fazia com que a produção do cordel parasse. Muitos têm acesso, o problema é que aqui a internet é muito ruim e alguns alunos não têm um celular compatível ou dividem o aparelho com os outros irmão", contou.

"Não é fácil. A nossa realidade é essa. Não é que seja totalmente sem acesso à internet, a questão é que o sinal não é bom e no interior quase todos vivem essa realidade", desabafou a educadora.

Fonte: G1 Piauí

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem