Tomé Portela (PTB) passou 60 dias hospitalizado. Ele testou positivo para a Covid-19 no final do mês de julho e teve que ser internado após desmaiar em uma consulta.

Prefeito Tomé Portela recebeu alta hoje, 22. — Foto: Arquivo Pessoal /Evilânia Campelo

O prefeito de Aroazes, Tomé Portela (PTB), recebeu alta de um hospital particular de Teresina nesta terça-feira (22), após ter sido diagnosticado com a Covid-19. O gestor passou 60 dias internado, sendo que 40 deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ao G1, a primeira-dama e secretária de educação do município, Evilânia Campelo, contou que Tomé contraiu o vírus no mês de julho e, uma semana depois, ele teve que ser hospitalizado após desmaiar durante uma consulta.

“Ele apresentou febre e dor na garganta. Recebeu medicação e, uma semana depois, foi para uma consulta onde desmaiou e começou a sentir falta de ar. Foram 40 dias de internação na UTI, sendo que em 16 dias o Tomé ficou entubado”, afirmou.

Ao todo, o prefeito passou 60 dias no hospital. Em vídeo, ele agradeceu a torcida por sua recuperação e comemorou a alta. “Quero agradecer os amigos, as orações, os que torceram pela minha recuperação, dizer que já estou em casa, já recebi alta após 60 dias de internação. Sofri muito, passei por muitas dificuldades, mas graças à Deus, isso tudo é passado”, disse o gestor.

Suspensão da posse do vice-prefeito

O vice-prefeito do município, Erismar Jorge (Progressistas), chegou a assumir o cargo de prefeito interino no dia 10 de agosto. Entretanto, uma decisão liminar do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) afastou o gestor do cargo. Segundo o desembargador José Francisco do Nascimento, a Câmara Municipal de Aroazes é quem deveria decidir quem ficaria no cargo, e não a justiça.

Fonte: G1

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem