Polícia apreende moto com chassi raspado e sem placa

SÃO LUÍS DO PIAUÍ – Na última quinta-feira (18), a Polícia Militar de São João da Canabrava foi acionada por um homem identificado apenas c...

SÃO LUÍS DO PIAUÍ – Na última quinta-feira (18), a Polícia Militar de São João da Canabrava foi acionada por um homem identificado apenas como Erivaldo, residente no povoado Serra do Maracujá, zona rural de São João da Canabrava, que segundo o mesmo estaria sendo ameaçado por Carlos Antonio Barroso de Sousa. 

Moto aprendida pela polícia. (Foto: Polícia Militar)
Os policiais saíram em diligencia até a localidade para averiguar a denuncia. De acordo com o Comandante do Grupamento Militar – GPM,  Tenente Edivan Martins, o acusado foi localizado no povoado Santana, zona rural do município de São Luís do Piauí.  

“A Polícia entrou em diligencia para tentar localizar o Carlos e o mesmo foi encontrado no povoado Santana, em São Luís do Piauí. Quando a polícia fez a abordagem o mesmo não se encontrava mais com a arma de fogo, porém, foi localizada com o mesmo uma moto com o chassi raspado e numeração do motor também raspada e sem placa”, afirmou.
Para o Comandante, a suspeita é que a moto possa ser produto de furto ou roubo. “Quando é moto de leilão o chassi não é raspado e sim cortado em diagonal, ficando os quatro últimos números para confrontar com os números do motor, que não podem ser raspados. Inclusive em outras abordagens anteriores, a gente conseguiu identificar a moto como sendo roubada pelo numero do motor, então essa é uma forma que eles utilizam para tentar dificultar o trabalho da policia”, explicou. 

De acordo o tenente Edivan Martins, o acusado e a vitima foram conduzidos à Central de Flagrantes e a motocicleta foi apreendida. “A confusão se deu por conta de divida, segundo o Carlos, o Erivaldo devia R$ 800,00 a ele e por esse motivo foi até lá abordá-lo. Os dois foram encaminhados à central de Fragrantes para que sejam tomadas as medidas cabíveis”, acrescentou.  

Comandante do GPM de São João da Canabrava, Tenente Edivan Martins. (Foto: Antonio Rocha)

Durante entrevista ao Canabrava News, o tenente fez uma avaliação das ações realizadas desde que assumiu o comando do GPM em São João da Canabrava, em dezembro de 2015.  

“Creio que já são 10 conduções realizadas na cidade, a maioria vem por parte do trânsito, que é uma das formas de entrada e saída, as pessoas utilizam esse mecanismo para conduzir armas, drogas e até mesmo produtos ilícitos, que são oriundos do roubo e do furto, que são as motos roubadas e a polícia vem buscando cada vez mais intensificar o policiamento, e essa é mais uma apreensão de uma moto que supostamente possa vir do mundo do crime”, pontuou.

BLITZ – “São rotineiras, diariamente você vai ver blitz nas entradas e nas saídas e também  dentro da cidade, na intenção de tentar localizar aquelas pessoas que queiram praticar ou venham praticar algum delito, então a polícia militar é uma policia preventiva, com a missão de evitar  que o crime aconteça ou pegar em flagrante aqueles que estejam praticando esses crimes”, finalizou. 

Veja também

SÃO LUÍS 7878303600147468187

Postar um comentário

Últimas Notícias

PUBLICIDADE

item