A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou que três variantes do novo coronavírus foram detectadas no Piauí. Segundo o órgão, 13 pacientes entre nove a 82 anos foram infectados com uma das variantes P1, P2 e a N9, consideradas preocupantes pelo poder de transmissibilidade acarretando casos mais graves da doença.

Foto: Reprodução 

Mutação, variante, cepa e linhagem: entenda o que significam os termos ligados à evolução do coronavírus.

Estudo mostra eficácia maior da CoronaVac, inclusive contra variantes do coronavírus

De acordo com a coordenadora de Epidemiologia/CIEVS, Amélia Costa, os casos são todos considerados autóctones, ou seja, originados aqui mesmo no Piauí. Os pacientes infectados com as variantes não tiveram contato com pessoas de outros estados ou saíram do Piauí.

A diretora do Laboratório Central do Piauí (Lacen), Walterlene Carvalho, explicou que o sequenciamento das amostras para Sars-Cov-2 detectam as variantes do vírus, consideradas mais perigosas e letais.

"A variante é o vírus que mudou no processo de replicação, multiplicação, ao ser passado de uma pessoa para a outra. O vírus original pode ter muitas variantes, conforme sua circulação", explicou.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, destacou que as novas variantes impactam nos números da Covid no Piauí por causa da transmissibilidade delas ser maior. Ele alertou que as variantes não são as únicas responsáveis pelo atual cenário da pandemia no estado e pediu colaboração da população no combate ao coronavírus.

Fonte: G1 Piauí 

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem