O policial penal Edicleytson Perinks de Almeida, de 36 anos, morreu neste domingo (27), vítima da Covid-19. Em nota, a Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) lamentou o ocorrido e disse que reconhece os serviços prestados pelo servidor ao estado. Leia o comunicado na íntegra ao fim da reportagem.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Edicleytson atuava na Penitenciária José de Deus Barros, em Picos, distante 306 km ao Sul de Teresina. Ele também atuava como soldado do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE).

A corporação também emitiu nota de pesar pela morte de Edicleytson, na qual informou que o servidor estava internado no Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, cidade cearense distante cerca de 270 km de Picos.

No comunicado, o CBMCE informou que Edicleytson deixou esposa e filho. "O soldado era reconhecidamente um companheiro alegre, muito capacitado, aguerrido e voluntarioso, que fará falta irreparável em nossa caserna", diz a nota.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (Sinpoljuspi), nove servidores morreram vítimas da Covid desde o início da pandemia. Sete deles estavam na ativa e dois inativos.

Leia a nota da Sejus na íntegra:

A Secretaria de Estado da Justiça lamenta, com grande pesar, o falecimento do Policial Penal Edicleytson Perinks de Almeida, ocorrido neste domingo (27). A Secretaria reconhece os serviços prestados pelo servidor ao Estado do Piauí enquanto esteve ativo em suas funções.

A Sejus, em nome de todos que fazem o Sistema Penitenciário do Piauí, se solidariza e presta condolências aos familiares e amigos, neste momento difícil.

Fonte: G1 Piauí 

Comente




Postagem Anterior Próxima Postagem